O que rolou no Fashion Rio – Parte I

Respirando aliviada! Assim eu me encontro. Finalmente entreguei a monografia. Me livrei, agora só falta me preocupar com a apresentação e estudar para a prova final da pós graduação. Até parece muita coisa, né?! Mas tô tranqüila!

 

Com um tempinho a mais sobrando neste sábado ensolarado (como tá o clima aí na cidade de vcs?), aproveitei para me inteirar sobre tudo o que rolou no Fashion Rio. Dessa vez, eu não acompanhei nada mesmo. Tô por fora de tudo que rolou. Então, fui caçar tendecinhas em uns sites e blogs de moda por aí.

 

E uma das coisas que eu vi, e que foi unanimidade em quase todos, é que os tons pastéis podem ser a cara da primavera-verão 2010. Confesso para vocês que eu amo tons pastéis e espero muito que eles reinem mesmo na próxima temporada. Mas, vi também, que eles podem não vir tão crus assim; poderão ser combinados a cores mais vivas. E será também um verão bem solto, pouca silhueta marcada nos desfiles, shortinhos jeans ou em tecido estão valendo, calças de tecido de cintura uma pouco mais alta e bem soltas também. Vestidos, muito vestidos, longos, médios ou curtíssimos. Uns com a cara do verão mesmo, outros com reminiscências do inverno. Os cortes são variados, uns são bem modernos, outros não inovam em nada. Enfim, O Fashion Rio deu a dica, agora cabe a nós escolher o que reinará neste verão em nossos guarda-roupas, ou melhor, fora deles!

 

 

 

A Cavendish trouxe um mix de cores pastéis com tons mais fortes, como o laranjão e o verdão (que não é o Palmeiras ;P ). A maioria dos modelos são exibindo as pernocas – cara do verão – e os vestidinhos são todo fofos. Alias, modelos de um ombro só apareceram em quase todas as coleções. 



 


Mais Cavendish: os macacões também vem com tudo. Apareceram em várias coleções e nos mais variados modelos. Mais um tom de cor forte da Cavendish: azulão (que não é o Cruzeiro… 😛 )


 

 

 

 

 

 

 



Eis o meu desfile favorito: Alessa. Vestidões, vestidinhos e saias, tudo muito cigano, muito místico, solto e chique. Ah, e a marca da coleção foi o plissado vertical.



Mais da Alessa: olhem esses vestidos – o primeiro bem cigana, o segundo, my dear God, eu quero, eu quero, eu quero! Reparem as plataformas: alta é pouco!

 



Auslander: inspiração nos festivais de música gringos. Galera largada, num visual meio rocker, mas sem apelar para o tradicional preto. Gente, pelo que percebi as open ankle boots vão continuar, viu?! ADOOOORO! Para os homens, a Auslander montou um look meio grunge, mais com um quê mais moderno. O jeans surrado é um charme e deixa qualquer homem assim – na minha opinião – mais interessante o que você fez pra estar todo rasgado assim, hein?? 

 

 

 

 

E se depender da Auslander, as wetleggins também continuarão!

 

 


British Colony foi um dos desfiles mais admirados da temporada, devido aos seus cortes e peças cheias de modernidade! Particularmente, não gostei.

 

 

 

E quando a British Colony não estava clarinha, ela estava numazul mais escuro, quase jeans. Amei o vestidinho. Gola super V para os homens. Gente, eu já não curto Gola V, imagina um super V desse… 

 A Filhas de Gaia veio bem feminina, estampa lindinha, clarinha, cores claras, também muitas peças em tons pastéis e para quebrar com os “claros”, vez ou outra, um azulão! 




E aí? O que vocês acharam? Eu curti muito os vestidos, tantos os longos, quanto o curtos – principalmente. 

Pretendo falar um pouco mais das outras coleções nos meus próximos posts sobre moda.

Beijos para todos!

Inté!



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E eu descobri a Pantene…

Sei que as sextas-feiras sempre falo de moda, mas hoje resolvi falar de outra coisa: cabelo!

Isso porque faz uma semana que conheci – na verdade não conheci, mas comecei a usar – uma linha de produtos que me conquistou com tudo! Gente, o que é a Pantene?

Sempre via as publicidades da Pantene, com a Gisele Bundchen e pensava: “rá, vai deixar meu cabelo lindo como o dela? Tá brincando, né?!”; por isso, nunca botei fé na Pantene – não tentem entender essa relação, coisas da mente perturbada de Flávia Batista!

Enfim, o certo é que sempre acho – e mais loucura – que meu cabelo se acostuma com os produtos  começa a se revoltar. Usei durante um bom tempo os shampoos Advance Techiniques, da Avon, só que de uns tempos pra cá meu cabelo começou a ficar estranho… resolvi um dia mudar de produto e qual shampoo minha mãe estava usando? Pantene! Resolvi arriscar e tive uma surpresa: só não me senti a Gisele porque meu cabelo é curto, porque se fosse comprido, ainda ia sair fazendo pose por aí.. huahauahuahuahauhauah

A verdade é que estou declaradamente apaixonada pela marca e não vejo a hora de comprar uma linha completa de produtos. Mas, se a sorte estiver do meu lado, eu posso até ganhá-la! Hehhehhehehe, é que o blog da Julia Thetinski vai sortear a nova linha da Pantene. Como sou muito legal e amo muito todas as minhas leitoras e leitores – nunca esqueço deles! – vou divulgar para quem quiser participar. É só clicar AQUI.

 

 

Por enquanto, estou usando só o shampoo e condicionador Liso Perfeito, mas pretendo comprar também a máscara de tratamento, além da linha de tratamento noturno – me disseram que é milagrosa.

 

Bem, gente, por isso é só. Contei para vcs, né?! Estou com suspeita de LER e, por isso, não posso ficar muito tempo blogando… talvez a amanhã eu volte, sabe-se lá Deus falando sobre o quê! Vou pescar alguma das inquietações da minha mente…

 

Bjs e ótima noite de sexta-feira (dia de baladinhaaaaaa)

 

 

Vestido bandage: bom senso sempre!

Já faz um tempo que a moda “bandage” vem me chamando atenção. Já até comentei aqui que tenho vontade de usar, mas sempre fica a dúvida: posso ou não posso?

E as razões para isso são inúmeras:

1 – roupas bandage chamam muita atenção: por serem tão justas – às vezes parece mais um adesivo – as chances de você escorregar e sair por aí parecendo uma piriguete são enoooormes! Pra completar, além de colados, a maioria são decotados, ou seja, mais contribuições para o #piriguetefeelings.

2 – Por serem tão colados não é qualquer mulher que pode usar, né? Tem que estar muito, mas muito em forma mesmo! E ainda em forma, não é todo tipo de corpo que fica bonito em uma roupa bandage. Se a mulher faz o tipo gostosona, sinceramente, é melhor pensar duas vezes, porque as chances de ficar vulgar são grandes. Agora se ela já for magrinha, é outra história, a falta de formas tão arredondas certamente não vai atrair olhares pela vulgaridade e sim pela beleza da composição.

Então, qual o limite para a moda bandage?

Bom senso!

Você tem que se olhar no espelho e pensar: 

Estou bonita? Sim!

Estou exagerada? Talvez?

Vou chamar atenção? Com certeza (não tem como não chamar atenção de bandage). Mas tem que pensar: chamar atenção pro bem ou pro mal? Se for pro bem, ótimo! Se for pro mal, pra saírem por aí gritando pra você: ê gostosona!! Não, não saiam assim, por favor! Se bem que tem mulher que gosta disso, né?

Enfim, dada a dica que eu acredito ser a mais importante sobre a moda bandage, vamos a outras de grande importância também:

1. Os modelos geralmente são bem curtos e bem justos. Por isso, é importante balancear essa vibe sexy com acessórios menos chamativos.

2. A cor da produção é veryyyy important!!! Um vestido bandage claro chama beeeem mais atenção que um pretinho básico né?! Por outro lado, se você colocar um vestido bandage preto com sandália vermelha, certamente, vão pensar que você está homenageando o Flamengo – ôoo, brincadeirinha ;P de qualquer forma, você vai chamar atenção. Então, bom senso na hora de combinar as cores também, babies!

3. A ideia dos acessórios mais simples também cabe para cabelo e maquiagem. Peguem leve, a final o vestido ou a saia bandage, certamente vão ser a estrela do look.

É, eu acho que é isso.

Eu comprei uma saia bandage preta e ainda não usei. Tenho que adequá-la tanto com as peças certas como com a ocasião certa. Como isso despende tempo, ainda não ousei.

Também, me sinto muito tentada a comprar um vestido bandage, mas me enquadro no grupo de mulheres mais corpulentas, aí morro de medo de fazer esse investimento e parecer uma louca atrás de atenção por aí. Como minha irmã já é o contrário de mim – magrinha e alta – e ela tem um vestido bandage – lindo, por sinal – vou testar a produção qualquer dia desses em casa e, se ficar legal, vou me jogar na night com ele!

USE A MODA BANDAGE ASSIM:

 O que eu disse? Nas magrinhas, sempre cai bem! E em Gisele, tudo cai bem, incrivel!

Aqui de novo: Ela é magrinha e está usando um vestido curtíssimo, e não ficou vulgar!


 

Para todos os gostos: Catherine Zeta-Jones num bandage vermelho lindo e super clássico. Elegância pura! A Kristin Stewart é mignon: baixa e magra. O curtinho e clarinho caiu perfeito. Já sobre a Victoria Beckham eu não sei que opinião dá. Está legal, mas acho que o problema do look foi o cabelo – e o fato de eu não gostar de listras grossas!

Reparem que em todos os looks, e neste dois aqui em cima, o cuidado com “apagar” os pés e deixar só o vestido brilhar. Já vi muita gente usando vestido bandage com sapatos em tons de nude, acho super válido.

Olhem só como um vestido em tom escuro disfarça mais as curvas. Não chama tanta atenção e ainda permite que você use sapatos de cores mais contrastantes. 

 

Kim Kardashian faz o tipo mais gostosona, vejam como ela consegue usar bandage e ficar elegante. O segredo: o comprimento. Mas é claro, que o cuidado com a cor é essencial. Não se vai para um evento de negócios com vestido super justo branco, né?!  Mais uma vez o bom senso terá que martelar na cabecinha das amadas.

 

 Olhem as saias bandages. acho que o legal é colocar com uma blusa mais soltinha. Para usar com camiseta justa, vale a regra dos vestidos: seja magrinha. Ah, e cuidado com os sapatos e o comprimento, ok?!

 NÃO, ASSIM NÃO, PELO AMOR DE GOD!!!

  Dispensa comentários, né?!

 

Decotão + comprimento curtíssimo = Erro! Não faça isso, jamais!

Lembra o que eu falei das gostosonas? Vejam a diferença desse vestido na Sabrina Sato e  na foto abaixo com a Monique Alfradique e a Yasmin Brunet.

Bem melhor nelas duas!

ASSIM, EU ACHO QUE, TALVEZ: 

Como ela tem o quadril grande, achei um pouquinho, chamativo, que vocês acharam?

Cores. Não sou fã de listras coloridas, então…

Leona Lewis é corpulenta. Para disfarçar, ela colocou um bandage preto. Para tirar atenção das pernas grossas, colocou meia preta. Achei digno, mas o look all black achei que acabou apagando a produção.

E vocês meninas – meninos, opinem também, please! – o que acham dessa moda? Que já pegou eu já sei, mas pegou no guarda-roupa de vocês???

Tag: O que tem na minha necessaire?

Passando super rápido para responder a Tag que a Mara do Gorgeous by Night me mandou.


O que tem na minha necessaire???


Um mundo de coisas! Vejam!!!

 

 

 

 

Enumerá-las (da esquerda para a direita):

 

1 – Minha necessaire é essa aí. Comprei um J’adore da Dior e ganhei ela + um hidratante da mesma marca.

 

2 – Meus delineadores: um é da Avon e o outro é do Boticário (Linha INtense) – que por sinal é o que eu mais gosto.

 

3 – Loção Secativa Clear Skin da Avon – nunca se sabe quando vai surgir uma espinha, né?

 

4 – Váaaaarios glosses e batons. Nem tenho como colocar cada um aqui, porque alguns a marca sumiu e eu não me lembro mais. Mas acreditem: eu uso sim todos!

 

5 – Quase acabando, a minha Duo Base da Contem 1g.

 

6 – Uma serra de unha – nunca se sabe quando nossa unha vai quebrar também, né?

 

7 – Pó facial da Contem 1g

 

8 – Indispensável: Lip care da Nivea!

 

9 – huahauhauahuahuahuahau. Flaconetes dos perfumes Glamour Secrets Black and Rose do Boticário.

 

10 – Sombra preta da Contem 1g

 

11 – Sombra Rosa, Linha INtense, O Boticário

 

12 – Trio de sombras (não sei o nome), Linha Mineral Beauty do Boticário

 

13 – Pó compacto duo iluminador/bronzeador – uso mais como blush, que como pó.

 

14 – Pingente Gloss do Boticário (esse douradinho aberto)

 

15 – Lápis de olho: um da Nivea e outro da Avon

 

16 – Mais no meio, os meus pincéis (tô montando a acoleção ainda)

 

17 – Mais acima, meu blush Mineral Beauty Rosa e o outro Argila – que eu uso como pó, este último

 

18 – Meus rimels: um da Maybeline (o azul) e outro da Contem 1g.

 

É isso gente! Cheinha minha necessaire, né?!

 

Indico para:

 

Nanda do Caixa de Pandora

Pat Camargo do Eu vou chamar um táxi

Patrícia Leite do Encontrinho de Mulher

Fê do Fica a dica

Vanessa do Beleza com Vanessa

 

Bjins

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...