Make dia dos namorados

 

Babies, no Dia dos Namorados teve uma produção toda especial, né?! Nos vários blogs que visitei esse fim de semana e hoje, vi as meninas caprichando no ‘visu’,  tudo para encantar os seus amados!

Para o meu Valentine’ Day, eu ia fazer uma make romântica, que foi o tutorial do 2beauty de sexta-feira, só que na hora deu tudo errado. Eu perdi a hora, o “boff” ligou dizendo que já estava vindo e eu tava nua e crua, literalmente! Corri para me arrumar, entrei em pânico, porque não tinha roupa minha mãe até ri se lê isso e acabei colocando uma blusinha legal e uma calça jeans mesmo. Nada de especial. Na hora de preparar a make, acabei me jogando no tradicional jogo de cores dourado e marrons, mas consegui um bom resultado.

E eu fiquei assim:

 

 

 

 

Usei:

 

1 – Base Natura Aquarela

2 – Blush Argila Mineral Beauty (o Boticário)

3 – Bronzer Soleil Vult

4 – Colorful pallete Kiss from… n°07, Sephora

 

 

 

 

 

Gente, já disse para vocês que minha pele é oleosa né?! Pois é. Usar base para mim é um problema, porque a pele começa a ficar gordurosa de uma maneira que eu simplesmente aboli o uso de base (uso só em determinadas partes do rosto – onde sinto que a oleosidade é menor – mas bochechas e testas, nem pensar). Nesse dia, resolvi voltar a usar minha base da Natura e o resultado foi óleo na cara!

Tenho certeza que “ele” nem percebeu, mas EU PERCEBI!  E isso me incomodou.

Antes mesmo de sair eu já estava assim ó:

 

 

 Óleo para dar e vender! Pausa para meu esmalte bapho Momento Penelope, da Risquè. Gente, me apaixonei por ele. Não canso de olhar pra minha unha. Unha de Barbie! =D

 

Triste, né?! Enfim, levei na esportiva, até porque se eu perguntar para ‘ele’ o que é base, ele não vai saber, respirei fundo e fiz de conta que nada estava acontecendo.

Para fazer a make, passei base, corretivo, pó. Nos olhos usei a Colorful pallete Kiss from…n°07, da Sephora. Usei o iluminador no canto interno e o dourado mais claro do meio da pálpebra ao canto externo. Para dar profundidade, usei o marrom (o meu marrom!) da outra pallete da Sephora, a colorful 9 e marquei o côncavo esfumando. Pra finalizar, lápis retrátil do Boticário e máscara Maybelline.

Nas bochechas, usei o bronzer da Vult (amooooo) principalmente para marcar as maçãs do rosto. E para dar um ar mais saudável, passei blush pêssego Mineral Beauty do Boticário.

 

 

 

Terminei a make, corri pra fazer as fotos e cinco minutos a buzina troou na porta de casa.

E aí? Curtiram? Vocês já devem ter percebido que a minhas makes são muito parecidas, né?! Sempre esses tons terrosos e tal. Mas acho que todo mundo tem uma make que é aquela favorita, que na hora do sufoco, corre pra ela, que sabe que não vai errar. Essa em tons de dourado e marrom é a minha – só vario as palletes – e a de vocês, qual é?

 

Beijos

SPFW 2010: Cavalera e Samuel Cirnansk

Terceiro dia de SPFW e para mim quem brilhou – pelo menos ofuscou meus olhos – foi a Cavalera! Sempre gostei muito da Cavalera, lembra muito minha adolescência roqueirinha – amava os looks compostos nos editoriais da marca e nos desfiles.

Nesta edição da SPFW a Cavalera surgiu dark, mas brilhosa e, ainda assim, fofa. Não sabe como isso é possível??? Então veja!!!

 

 

Na Cavalera, o conceito foi como de uma festinha de debutante, só que com uma vibe rock n roll. Então, muitos vestidos, alguns bem rodadinhos, e umas saia bem bailarina em outras peças. Na segunda imagem, um lance hi-lo. Achei super teen e fofo! Ah, e destaque para esses sapatos: lindos, lindos, lindos. Queria um de cada cor! :/


 


Aqui uma vibe mais dark, só que quebrada com aplicação de detalhes como rendas e paetês. Esse look do meio vou copiar com tudo! Achei uma super idéia enrolar a barra da calça e combinar com scarpin do bico redondo. Achei lindo! Os shorts da Cavalera são curtússumos; para contrapor blusinhas bem soltinhas e um sapato mais pesado!


 


Cavalera para eles: calças mais curtas (não gostei disso!), alfaiataria bem leve, varios coletes – em vários tamanhos – compondo um look bem nerd na maioria dos modelos. Nessa segunda imagem, só para ilustrar: será que os macacões serão tendência até para os rapazes? Confesso que não quero ver um homem de macacão, mostrando os tornozelos, por aí… ¬¬

 

Outra coleção que me chamou bastante atenção no terceiro dia foi do Samuel Cirnansk. Ele cria uns looks mais conceituais e não há duvidas de que o cara é super criativo – e tranquilaço e gente boa (trabalhei em um evento de moda em que ele desfilou uma coleção… ele foi um fofo!) –  só que eu nunca conseguia olhar um desfile do Samuel e pensar: eu usaria isso!; até hoje. Tá, eu não usaria muitas dessas peças, mas imagino muita gente usando essas leggings coloridas, olhem que fofas!!!

 

 

 

Encontrei pouquíssimos comentários sobre a coleção do Samuel. Por isso, tirei minhas próprias deduções… hehhehhehehehe. Esse ano, ele veio com uma vibe halloween – até as estampa das peças tem esse conceito – e a criação inteira é bem divertida e lúdica! 

 

 

 

Algumas pela são bem sofisticadas, como esse… tubinho???!!!… na primeira foto. Achei chique! Já o segundo look tem um quê de emborrachado, vinil, algo assim… achei super moderno e confesso para vocês: eu usaria ia ficar parecendo uma abóbora, mas ia abalar!

 

 

Para finalizar meus comentários sobre a coleção do Samuel, rssalto o boudoir. Tendência deste inverno, se depende deste estilista, o Boudoir vai continuar também no verão – achei que essa boot lembrou aquela coleção da Arezzo lançada recentemente…

 

E aí, curtiram??

Bjs

SPFW – Água de Coco

Conforme prometido, cá estou eu para postar umas coisinhas lá do São Paulo Fashion Week.

Lembro muito bem que desde muito te tempo a Água de Coco sempre foi uma das marcas que mais gostava de assistir aos desfiles. Amo praia e por isso tenho vários biquínis. Por isso, sempre gostava de saber quais as tendências de cada verão. 

 

Desde o Fashion Rio, achei a modelagem dos biquínis bem impossíveis de usar nas areias do Brasil. E no SPFW, especialmente, na Água de Coco não foi diferente. Vejam!

 

 

 

A estampa das peças foram inspiradas em alguns patrimônios brasilerios da humanidade, como Ouro Preto e Brasília. Para inovar, as peças tem cortes diferenciados.Tops de biquinis e maiôs vasados, por exemplo. A chegada e saída de praia são chiques, se depender da Água de Coco. Blusa e calça – na primeira e última foto – são um arraso.

 

 

 E as peças tradicionais, ganham um charminho com franjas, por exemplo. 



A mulher da Água de Coco sai da praia direto para o shopping, restaurante ou quem sabe até uma baladinha pós-praia. Digam se essas peças não se encaixam tranquilamente nessas situações? Ah, reparem: os macaquinhos apareceram aqui e em outras coleções apresentadas no SPFW. Esse top da última foto, super apaixonei. Quero demais. A calça, também!


 

 

Por fim, eles, reinam absolutos nos verões do Brasil: vetsidões! Quero demais esses dois!


E então gente, o que vocês acharam da coleção da Água de Coco? Confesso que gostei mais das peças pós-praia que dos biquinis em si.

 

Por hoje é isso! Grande beito e curtam com tudo o resto da sexta-feira de vocês!!!


xOxO




Fashion Rio – Parte II

Gente, sei que já estamos em tempos de SPFW, mas fiquei devendo a segunda parte das minhas impressões do Fashion Rio. Desta vez, escolhi apenas as marcas com as peças de tendências mais fortes, ta?! Vamos lá!

 

 

Giulia Borges trouxe modelos com silhueta bem girly e algumas peças, como esse último vestido – reparem que a parte de cima dele lembra maiô de natação – com inspirações esportivas. Os vestido curtíssimos e de saias bem avantajadas são fofos, mas acho que tem mais cara de outono-inveno, que primevera-verão.



Patachou – Vestidos de comprimentos curtos, muitos com decote de um ombrosó e com um toque futurista. Os comprimentos são bem curtos.

 

 


 



Amei as peças da Isabela Capeto. Tudo muito feminino, com estamparia linda (liberty, lenço, orquídeais, tie dye, psicodélico, listras, flores indianas) e as cores bem fofinhas: azul clarinho, toa clarinho, amarelo clarinho… As peças são cheias de detalhes (se vocês ampliarem a imagem vão ver conchinhas, fitas, miçangas, búzios…).

 

 

A Maria Bonita Extra veio, literalmente esvoaçante! As peças vaporosas, passam uma calma e as estampas tem motivos botânicos. Alguns tecido são metalizados como esse primeiro macaquinho na primeira imagem. Gente, reparem o batom azul, uebrando com o monocromatismo da produção. Achei genial. Esse vestido do meio é um luxo, quero demais! E esse último, esvoaçante todo, tem cara de fim de tarde!


 


 Mais de Maria Bonita Extra. Olhem os vestidinhos com cara de fim de tarde aí de novo!!! E os macaquinhos que vem com tudo na próxima estação também!!!

 

 

 

 Lembram que desde o post Fashion Rio – Parte I, falei dos macaquinhos? Pois é! Em diversos comprimentos e modelagens eles apareceram bastante na passarela de Juliana Jabour.

 

Moda praia. A Triya trouxe maiôs rasgados, furados, vazados que caem muito bem em situações como um cruzeiro ou uma festa a beira da piscina. Muito chiques! As estampas,  nem se fala, né?! Inspiradas na África.



As partes de cima dos biquínis vieram com modelagem diferenciada. Os tops se assemelham a aqueles de academia, em vez dos tradicionais tops cortininha, por exemplo.

 


Pronto! Chega de Fashion Rio! Ja tô louca pra postar para vocês sobre SPFW. Já vi tanta coisa linda por aí… vou ver se passo aqui mais tarde para já ir soltando uma tendencinhas.


beijos, meninas e meninos!





 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...